Cuidado com a sua pegada ecológica! | Maduu Bolsas e Acessórios Veganos

Cuidado com a sua pegada ecológica!

Publicado: 10/11/2019

Bom dia comunidade!

Sou a Dani Delfini do @sustentaoquê e quero falar com vocês sobre algo muito interessante, divertido, desafiador e imprescindível: sustentabilidade.

Faço isso há 3 anos no Instagram, sou consultora e estudiosa no tema.

 

No último dia 31 de agosto atingimos aqui no Brasil a vergonhosa marca da sobrecarga da Terra.

Ou seja, nesta data a gente já tinha esgotado todos os recursos que a natureza é capaz de regenerar em um ano. Podemos dizer que hoje já estamos consumindo o ar, a água, os solos e todos os serviços ecossistêmicos das gerações que virão depois da nossa.

 

Isso sem considerarmos queimadas que, só em agosto, devastaram quase 30.000km² da Amazônia, o que equivale a 4,2 milhões de campos de futebol de vegetação diversa, microrganismos, animais e povos tradicionais feridos e desabrigados.

E não parou por aí, tivemos também o derramamento de óleo no litoral nordestino, que até o momento chegou a 370 toneladas que atingiram mais de 200 localidades.

Tudo isso tem a ver com nosso estilo de vida, com os produtos que consumimos e com a forma como nosso sistema econômico está estruturado.

 

O tamanho da pegada que a gente deixa na Terra depende muito dos nossos hábitos de consumo e estilo de vida.

Meios de transporte, hábitos alimentares, fontes de energia e todas as escolhas diárias resultam no impacto chamado de pegada ecológica.

 

O planeta tem uma capacidade limitada de regenerar os recursos naturais, isso inclui o ar que respiramos, a água, os solos, os microorganismos, os insetos, tudo! E inclui também a capacidade da natureza absorver os próprios resíduos biodegradáveis.

Ou seja, estamos consumindo os recursos naturais em uma velocidade e quantidade jamais vistos e que a Terra é incapaz de suprir, estamos esgotando nossa fonte de vida.

 

A notícia boa é que ainda estamos em um período considerado uma “janela de oportunidade”. Isso significa que nos próximos 10 anos, aproximadamente, temos a chance de reverter essa degradação a fim de continuarmos tendo condições de vida e um planeta parecido com o que conhecemos.

 

Os principais fatores desse esgotamento estão relacionados a:

1) O quanto consumimos;

2) Com que eficiência os produtos são feitos;

3) Quantas pessoas existem no planeta e

4) O quanto os ecossistemas da natureza são capazes de produzir.

 

A Global Footprint Network, organização internacional responsável pela análise desde 2006 realiza o cálculo também, por localidades e o Brasil está a apenas dois dias da média anual, ou seja, muito próximos à urgência que o restante do mundo precisa tratar o tema.

Mas enquanto no resto do mundo a pegada aumenta devido ao aumento do consumo, aqui vemos um impacto maior na perda de biocapacidade, ou seja, estamos degradando a natureza mais do que estamos aumentando o consumo, seja pelo uso da terra para finalidades que a esgotam, seja pelos processos de produção.

 

 

Por isso quero convida-los a fazer o seguinte exercício:

 

No mês que vem traremos opções viáveis e de grande impacto para você reduzir sua pegada, afinal nossa vida depende de todos e de cada um de nós, cada atitude conta.

 

A notícia boa é: se você é vegana ou vegano a sua pegada está bem mais leve, ufa!

Acompanhe os próximos artigos para entender melhor.

 

#vivamaduu

 

Voltar

Receba nossas ofertas e novidades